Categorias

Abraão (4) Acolhida (2) Advento (1) Aliança-Pacto de amizade (1) Ambientação (2) Amizade (1) Ano Liturgico (1) Ano Litúrgico (1) Apóstolos (3) Arte na catequese (10) Artesanato criativo (5) As maravilhas de Deus (1) Atividades (8) Avaliação na Catequese (2) Batismo (3) Bíblia (8) Brincadeiras (1) Caça ao Tesouro (2) Campanha da Fraternidade 2017 (2) Cantinho da Oração (1) Catavento (1) Catequese com adultos (8) Catequese com crianças (28) Catequese com os pais (2) Catequese de Crisma (6) Catequese de Perseverança (1) Catequese em ação (1) catequista não é tio (1) catequistas (1) Como preparar encontro de catequese (2) Confissão (1) Coordenação (1) Coroa do Advento (1) Correio de Maria (6) Crisma (1) Dia das Mães (5) Dia do Catequista (1) Dinâmicas (60) Dinâmicas de Oração (6) Dinâmicas de Revisão (1) Espírito Santo (4) Eucaristia (10) Evangelho (5) Família (2) Felicidade (2) Formações (32) Gincana (1) Histórias na Catequese (2) Igreja (1) Jesus chama seus colaboradores (1) Jesus convida os apóstolos (1) Jesus inicia sua missão (1) João Batista (2) Juízes (1) Leitura Orante (6) Lembrancinha da Páscoa (6) Lembrancinha para as mães (4) Lembrancinhas (5) Mandamentos (2) Maquete (1) Matrimônio (1) Meio Ambiente (1) Metodologia catequética (24) Moisés (1) Nascimento de Jesus (2) Natal (2) Nossa Senhora (4) O nascimento de Jesus (1) O Perfil do Catequista (10) O programa de Jesus (1) O tempo dos Reis (2) Oração (2) Pai- Nosso (2) Papo de catequista (13) Parábola do semeador (2) Páscoa (6) Pecado (2) Pentecostes (1) Planejamento (3) Planejamento de Encontros (24) Profetas (1) Quem é Jesus? (4) Quem eu sou? (1) Rádio Catequese (4) Rei Davi (1) Reunião de pais (1) Revisão (5) Roteiro de visitas às famílias dos catequizandos (1) Sacramento da Crisma (1) Sacramento da Reconciliação (1) Sacramentos (6) Sagrada Família (2) Santíssima Trindade (1) Semana Santa (3) Somos filhos de Deus (2) Teatro (2) Textos de Apoio (1) Unção dos Enfermos (1) Ver-julgar-agir (1) Vlog (1)

30 abril, 2017

"Ela parece um anjo"- Diário de catequese- Especial Dia das Mães



Começamos a montar as lembrancinhas para o dia das mães. Sem essa de catequista confeccionando as lembrancinhas para as mães.  São as crianças que estão preparando tudo. Faremos duas lembrancinhas: uma é um cartão com o desenho da mãe  (Clique aqui) e o outro é um leque de flores. 

Mas antes de começar a fazer as lembrancinhas, pedi para que escrevessem num papel uma característica da mãe deles, como amorosa e inteligente. Então, a maioria das crianças escolheu amorosa ou inteligente. Aprendi que da próxima vez preciso falar mais opções! Eles têm de 10 a 11 anos. É melhor até fazer uma lista de características de uma mãe para que eles possam pensar em suas mães e escolherem o que se parece com elas. Duas características que chamaram atenção. Uma criança escreveu simplesmente  trabalha muito". Será que esta criança ver isto como uma qualidade ou é uma sinalização de queixa? 

E a outra característica parece poesia de tão bonita.







E igualmente fofos foram os desenhos que fizeram das mães!



Próximo sábado iremos colar o desenho na cartolina para montar o cartão.




27 abril, 2017

Diário de Catequese: Bíblia e sementes de girassol

"A palavra de Deus é como a chuva que molha"  (Is. 55,10s.).





Queria uma atividade para o encontro sobre a Bíblia que não fosse exercícios e dever. O encontro sobre Bíblia geralmente é um encontro muito teórico: o que é  Bíblia/ Quem escreveu/ Partes da Bíblia/ Livros etc.  E acredito que para um primeiro encontro de catequese sobre Bíblia, podemos ir com calma e não despejar um monte de conteúdo e siglas de livros. Vamos ajudar os catequizandos a entenderem a importância da Bíblia, o que este livro sagrado representa na nossa vida.

"A palavra de Deus é como a chuva que molha "(Is. 55,10s.) Ano passado descobri este versículo quando estava lendo um planejamento num livro de Catequese. É a comparação perfeita e tão simples para as crianças compreenderam que a Palavra de Deus deve produzir frutos na nossa vida. Não é só para ler a Palavra, é para deixar que transforme a nossa vida.

Então, como gosto de plantas, resolvi colocar em prática a atividade de plantar sementes de girassol. Tinha visto esta ideia como sugestão do encontro sobre a Páscoa. Plantar  sementes representaria o compromisso dos catequizandos de dar vida nova ao irmão.  Então usei a atividade mas para falar sobre a Palavra de Deus. Escolhi a Parábola do Semeador (Mateus 13:1-9). Depois de lermos, pedi para um catequizando ler de novo o versículo "O semeador saiu a semear" , e enquanto isso eu ia entregando as sementes. Depois comparamos a terra com o nosso coração; a semente com a palavra de Deus. Entreguei um papel de etiqueta para escreverem o nome que eles dariam para o girassol. Orientei para que escrevessem algo que eles queriam muito para suas famílias, como amor, esperança, alegria, paz. 







Eu comprei terra vegetal ( que já vem misturada com adubo.) por 7 reais e vem 5kg.
Comprei as sementes de girassol que vem num saquinho com uma foto bem bonita de um girassol (umas 15 sementes). Mas descobri que se for para comprar em grande quantidade é melhor comprar na casa que vende ração para animais. Essas sementes que servem de comida para pássaros são muito mais em conta. Não sei ainda se as sementes selecionadas para o plantio são melhores que as que servem de comida para pássaros. Vou saber quando as sementes brotarem. 

Peguei umas dicas em blogs de escola sobre a plantar as sementes de girassol com as crianças. 
-Peça para as crianças levarem garrafas vazias de refrigerante para plantar as sementes.
-Depois, será necessário que em casa os pais mudem a semente para um vaso maior. 
-A garrafa cortada ao meio pode ser decorada pelas crianças antes de receberem as sementes.

Quando as sementes germinarem e os girassóis crescerem, iremos levar para a Igreja  e fazer um encontro de catequese colorido de Girassóis.


Obrigada. 
Cris Menezes
Catequista
Brasília-DF

25 abril, 2017

Passo "ver" do método ver-julgar-agir + atividades- Abraão



Começamos o encontro com o passo "ver" do método ver-julgar-agir. Neste passo, é preciso olhar a realidade antes de introduzir o tema. Numa turma de adultos, já resgatei o "ver" com a crise dos refugiados. Na catequese infantil,  o ideal é que o ver parta da realidade  famíliar deles. 

1) Conversar sobre a família- Perguntar: "Quantas pessoas moram na sua casa? Sua família é grande? Você conhece alguém que tem muitos irmãos? Antigamente as famílias tinham mais filhos que hoje. Muitos anos antes de Cristo, todo casal devia ter filhos, especialmente filhos homens. Hoje vamos conhecer Abraão e Sara. Esse casal não tinha filhos e um dia Deus prometeu que Abraão seria Pai de uma grande nação. Seria tão grande como as estrelas no céu e os grãos de areia na praia, isto é seria muito difícil de contar."


 2) Painel de Fotos
Vamos montar um painel de fotos da família dos catequizandos. Como fazer? Colocar um painel em branco. Cada catequizando irá apresentar sua família e colar a foto no painel. O catequista irá escrever uma legenda para a foto. (Eu tenho uma outra opção. Podemos fazer este painel com desenhos que o catequizando fará da sua família.)

3) Árvore da Família de Abraão
Vamos falar como a família de Abraão cresceu depois que ele decidiu sair da sua terra para uma terra que Deus iria lhe mostrar.

Do que vamos precisar
Galhos de árvores,  vaso, areia, papéis, caneta.
Eu aproveitei um vaso com umas plantinhas e coloquei o galho no meio. Se não quiser montar com um galho de árvore, pode montar uma árvore artificial, de cartolina ou EVA.

Ir montando a árvore no encontro. Primeiro coloque o galho no vaso e dependure papéis com os nomes Abraão, Sara.




Ambientação do encontro
Preparar a mesa para colocar a Bíblia. Pode-se usar as cores do tempo litúrgico. Se preferir, monte um lugar para a Bíblia no chão da sala. Forre com um pano. Coloque a Bíblia e desenhos da família de Abraão e de outros símbolos que lembrem a  história dele. Eu confeccionei uma "mala" para lembrar das viagens que nosso patriarca realizou para chegar na terra prometida.





Deus cuida de ti.
Cris Menezes
Catequista
Brasília- DF
***


Inspirações: Atividade "Ver"- A mesa do pão-1, Iniciação a Eucaristia-I Leomar A. Brustolin, Paulinas

Dinâmica Painel de Fotos- Iniciação à vida cristã dos pequeninos, Erenice Jesus de Sousa

Árvore de Abraão- A mesa do pão- Iniciação a Eucaristia-I, Leomar A. Brustolin, Paulinas.





22 abril, 2017

Caixinha surpresa- Especial Dia das Mães




Lembrancinha especial







Vamos abrir a caixa?
















Como montar? 

Esta lembrancinha é mais elaborada. Talvez não dê certo para fazer em grande quantidade porque o custo dela é maior, pelo menos se vocês forem fazer com todos os itens que usei.  Mas podemos entregar esta lembrancinha para as catequistas que são mães ou  para  alguém da família.


O que colocar na caixinha?




Não estão na foto: O imã de geladeira com a imagem de Jesus e Maria e o sachê perfumado. 
Inclua mais o que você quiser!

Os adesivos, os vidrinhos e as imagens comprei na Livraria Católica Ave-Maria. As fitas comprei numa papelaria de scrapbook. Mas você acha em armarinho.








Se não tiver uma caixa de ovo, pode usar qualquer caixa.  Só encapar com um papel bem bonito estampado.






Com carinho,

Cris Menezes
Catequista
Brasília-DF

20 abril, 2017

Atividade para Pentecostes- Espírito Santo (Catavento)

Leitura Bíblica- Atos 2

50 dias depois da Páscoa comemoramos Pentecostes: a descida do Espírito Santo sobre os apóstolos e Maria reunidos no Cenáculo. Depois de Pentecostes, os discípulos se encheram de coragem para continuar a missão de Jesus. Eles estavam com medo, trancados em si mesmos. Pentecostes é tão importante, que muitos estudiosos dizem que este dia marca o nascimento da Igreja. 

E para explicar Pentecostes, precisamos falar do Espírito Santo. E como falar do Espírito Santo para crianças de 9 anos?


Fale do amor entre Deus e Jesus. Um amor tão grande que transbordou. O Espírito Santo é o amor entre o Pai e o Filho. Depois que falarmos sobre o que o catecismo nos ensina, vamos confeccionar um catavento (ou o catequista pode já levá-lo pronto) e ir catar um ventinho na porta ou no pátio da Igreja.





Todos com seu catavento para cima vendo-o girar, rodopiar...






E o que faz o catavento girar? O vento, né? Mas nós vemos o vento? Como sabemos que é o vento?

Somos movidos pelo amor. Somos este catavento de papel, frágeis, movidos pela força do Espírito Santo.  Para concluir a atividade, cito a frase do filme Um amor para recordar: "O amor é como o vento. Não podemos ver, mas podemos sentir."  Substituam "amor" por "Espírito Santo".


Fiz estes com papel de scrapbook.





Uma atividade simples mas cheia de significado.



Como fazer um catavento?



Obrigada por acompanhar.
Cris Menezes
Catequista
Brasília-DF

18 abril, 2017

Homenagem para as mães- Encontro com as Famílias


Estou apostando numa catequese familiar. E para trazer os pais para a catequese, precisamos realizar encontros com as famílias. Datas comemorativas como Dia das Mães e Dia dos Pais são uma ótima oportunidade para promover esses encontros.
Neste dia das mães, ao invés de chamar só as mães, vamos chamar o pai também ou a avó que cria ou que cuida da criança. Entendem? Vamos convidar a família.
Estou planejando fazer um encontro assim agora dia 13 de maio.  Podemos preparar uma leitura orante com os pais. Enquanto isso, as crianças ficam em outra sala confeccionando as lembrancinhas que serão entregues no final do encontro.
Neste post, vou sugerir algumas lembrancinhas simples  que as crianças podem preparar para homenagear suas mamães.


1) Cartão: Minha mãe é uma rainha

A inspiração para esta lembrancinha é do site krokotak.comClique aqui para ver .

Aproveitei e desenhei minha mãe para ilustrar este post.

Como fazer

Faça uma coroa e cole num pedaço da folha branca que será entregue para as crianças. Convide-as a desenharem suas mães.  Depois de pronto, é só colar o desenho num papel colorido  dobrado ao meio para fazer o cartão.  Daí é só escrever a mensagem.

Minha mãe desenhada por mim




2) Chá especial com as mães






 Entregue os moldes abaixo para os catequizandos pintarem.  Depois é só colar na cartolina. Pode ainda incluir um sache de chá em cima da xícara. Pedir para escreverem o nome da mãe. Na hora do lanche, pode-se servir bolo com chá e espalhar os cartões na mesa.





Fonte do molde : Cantinho Alternativo



3) Lembrança de um dia especial- Fazer uma lembrancinha com caixa de fósforo. Pedir para as mães levarem caixas de fósforos vazias ou caixas pequenas.

Inspiração desta lembrancinha: A lojinha de scrapbook que frequento gosta de fazer umas caixinhas e alguns mimos para deixar de inspiração. Vi uma lembrancinha feita com caixinha de fósforo e achei lindinha demais. Então fiz a minha caixinha.




Podemos colocar um terço dentro da caixinha e presentear as mães. Que tal terminar o encontro rezando um terço?





Espero que tenham gostado das sugestões. Até breve. 

Com carinho,


Cris Menezes
Catequista feliz
Brasília-DF


17 abril, 2017

Dinâmica e ambientação para o encontro sobre a Bíblia



Gostei da sugestão do livro "A caminho da Eucaristia" ( Maria de Lurdes Mezzalira, ed. vozes) para trabalharmo no encontro sobre a Bíblia.


Esta dinâmica que pode ser feita depois da oração inicial.

"A palavra de Deus é como a chuva que molha"- Nesta catequese vamos descobrir a palavra de Deus e o que ela faz em nossas vidas, por isso vamos colocar uma planta na água e outra igual vai ficar fora da água. No final da catequese vamos observar como elas ficaram e tirar nossas conclusões."

Antes da oração final, o catequista retoma a dinâmica: "A palavra de Deus é como a chuva que molha (Is. 55,10s.)  Convidar os catequizandos a observar como estão as plantas e demonstrar que a palavra de Deus é como a água da chuva,  do que molha a planta e faz com que ela dê flores e frutos."

***
Para ambientar o encontro, tive a ideia de fazer umas nuvens com chuva de coração que vi no site
 krokotak.com. Olha como ficou minha chuva de corações:







Use um rolo de papel toalha para fazer o suporte da nuvens e encape com papel azul. Use o algodão para limpeza facial para fazer as nuvens. Cole tiras de papel nas últimas nuvens e cole nas fitas os corações.





Cris Menezes
Catequista
Brasilia-DF

16 abril, 2017

Dinâmica para o tempo pascal- Primeira Eucaristia





Vamos fazer esta dinâmica no próximo encontro?

Dinâmica dos balões (deixar os balões vazios)

1° passo: Conversa com os catequizandos: vamos descobrir o que podemos fazer (gesto concreto) em nossa comunidade, escola, família para que todos possam ter a vida nova que Jesus quer nos dar com a sua ressurreição. Todos falam o que podem fazer.
2º passo: Distribuir os papéis em branco, e cada um escreve uma atitude (gesto concreto) que quer tomar para dar vida nova ao irmão que está perto. 
3° passo: Distribuir os balões e pedir para que cada um coloque o papel escrito dentro dele; pedir que encha o balão e que amarre bem o bico.
4° passo: Muitas vezes pensamos que devemos fazer isto ou aquilo, vamos confirmar se o que escrevemos é o que devemos fazer. Vamos jogar os balões para cima enquanto cantamos o "Aleluia". Não podemos deixar os balões caírem. Quando terminar o canto, vamos segurar um balão na mão. Todos devem ter um balão na mão.
5° passo: Agora vamos estourar o balão que está em nossa mão e vamos ler qual é a atitude que nos coube fazer neste Tempo de Páscoa.
6º passo: Todos abrem e leem em voz alta.
7° passo: Distribuir as sementes de girassol para que plantem num vaso, como sinal do compromisso assumido: de dar a vida nova ao irmão.

(Do livro "A caminho da Eucaristia", Maria de Lurdes Mezzalira Pincinato, Editora vozes.)



Cris Menezes
Catequista
Brasília-DF

15 abril, 2017

Lembrancinha da Páscoa: Pão e Cálice



"O cristão, aquele que foi batizado na morte e ressurreição de Jesus, deve ser uma pessoa alegre, mesmo no sofrimento, porque sabe que Jesus ressuscitou, que Jesus venceu a morte. (...) É uma alegria que nasce do coração, é a certeza de uma vida plena que Jesus conquistou para os que acreditam na Boa nova que Ele trouxe: uma vida que se resume no mandamento que Jesus deixou: "Amais-vos como eu vos amei" (Jo 15,12). Com Jesus ressuscitado podemos, com coragem, lutar contra o egoísmo, contra as situações que geram dor, sofrimento e morte como a opressão, a desigualdade entre as pessoas que vivem na mesma comunidade ou estudam na mesma escola. " (Do livro "A caminho da Eucaristia", Maria de Lurdes Mezzalira Pincinato)









Meu muito obrigada a todos vocês que acompanham o blog, que curtem os posts, compartilham e comentam. Feliz Páscoa! ;)

O mini cálice mais o pão são a lembrancinha perfeita para a Páscoa! Fiz estas lembrancinha para os coordenadores de etapas. E,  virtualmente, são para para cada um de vocês.

Abraço fraterno, 

Cris Menezes
Catequista
 Brasília-DF

14 abril, 2017

Mini jardim da ressurreição










Clique aqui para ver a ideia original deste lindo mini jardim no blog da Imaculada Cintra (Blog Sou Catequista de IVC).


Obrigada. 
Um sábado santo de espera na ressurreição.

Cris Menezes
Catequista
Brasília-DF

13 abril, 2017

Ele morreu para nos salvar


"Toda vez que assumimos, voluntariamente, e com amor, carregar a cruz, estamos vencendo a morte com Jesus. " (do livro Nossa vida com Jesus, Diocese de Joinville, SC)




"Toda as vezes que transformamos alguma situação de morte, dor, sofrimento e tristeza em vida, alegria, fé, esperança e amor, estamos vivendo a ressurreição.  Então, ressuscitar é mudar as situações de morte para a vida." (do livro Nossa vida com Jesus, Diocese de Joinville, SC)








Uma santa sexta-feira.

Cris Menezes

Encontro da Páscoa com os catequistas







Ver
Música: Alma de amigo (Ziza Fernandes)
Depois da música, refletir juntos:
 Somos escravos de que? Quais são as pedras que atrapalham nossa caminhada? 

Iluminar: Leitura Orante Lc 22, 14-20

Julgar: A páscoa é uma festa antiga que já era comemorada no judaísmo. Significava a passagem da escravidão para liberdade. Deus escolheu Moisés para libertar o povo que sofria nas mãos do Faraó. Moisés conduziu o povo para este êxodo.  Então, para celebrar a liberdade, o povo hebreu comemorava com uma ceia (e esta páscoa chamada de "Pessach" é comemorada ainda hoje.)  Veja como era celebrada a páscoa judaica: 

"A ceia pascal tinha início na metade da tarde do dia anterior à páscoa e se prolongava até a meia-noite do dia de páscoa. Não era uma refeição qualquer. As comidas e as bebidas- cordeiro-pão ázimo, verduras amargas e vinho-tinham um significado simbólico. A ceia seguia um cerimonial em que eram ressaltados três pontos: 
1) O cordeiro recordava que Deus, no Egito, passou diante das casas dos hebreus, poupando suas famílias.
2) Pão ázimo, isto é, pão sem fermento, era assim comido porque a partida repentina do Egito não permitiu a preparação do pão com fermento.
3) As verduras amargas eram destinadas a recordar a amargura da escravidão no Egito.
Cantavam-se salmos e, após, o pai de família tomava o pão ázimo, pronunciava a bênção e o partia para servi-lo. O mesmo fazia com o vinho. A ceia pascal cristã, presente entre nós depois da última ceia, traz e, si outro significado: Cristo é o novo "cordeiro pascal", morto para a libertação de todos. Seu sangue é o selo da nova libertação, da Aliança plena de Deus com a humanidade em Jesus de Nazaré." (Leomar A. Brustolin, em "A mesa do pão")


O povo que morou em terra estrangeira em busca de melhores condições de vida, conseguiu sair da dominação de Faraó e constituíram uma comunidade. Jesus reuniu os apóstolos para celebrar a páscoa. Ele morreria no dia seguinte.  Foi seu último jantar. Só que Ele deu a esta páscoa um novo sentido. Ele é o novo cordeiro. Ele sacrificou sua vida para que nós tivéssemos vida. 

Refletir: Quais são as travessias que precisamos fazer para ter esta vida nova?Abraão também fez seu êxodo.  Saiu de sua terra para uma terra que Deus prometeu. Saiu do seu comodismo.  Abandonou suas certezas guiado pelo amor de Deus. 
"Que tipo de Páscoa precisaríamos hoje, isto é, quais as libertações que estão faltando em nossos dias?

Celebrar:  Encenar a Última Ceia

Levar pão e suco de Uva.


Agir: Partilhar com os catequistas- Como podemos viver a Páscoa? (Lembrar que na missa se atualiza o mistério pascal: o sacrifício de Cristo e sua ressurreição.)


Obrigada. Feliz Páscoa.
Cris Menezes
Catequista




11 abril, 2017

Atividade: árvore da família de Abraão



Vamos montar uma árvore da família de Abraão? A sugestão desta atividade é do livro "A mesa do pão" (Iniciação a Eucaristia-1, Leomar A. Brustolin, Paulinas).

Objetivo: "Perceber como a família de Abraão cresceu conforme a promessa de Deus."

O que vamos precisar:
Galhos de árvores,  vaso, areia, papéis, caneta.
Eu aproveitei um vaso com umas plantinhas e coloquei o galho no meio. Se não quiser montar com um galho de árvore, pode montar uma árvore artificial, de cartolina ou EVA.

Ir montando a árvore no encontro. Primeiro coloque o galho no vaso e dependure papéis com os nomes Abraão, Sara.





Próximo galho:  Isaac.


Continuaremos montando a árvore nos próximos posts com os nomes dos filhos de Isaac.


Até! 
Cris Menezes
Catequista




10 abril, 2017

Abraão, sai da tua Terra- Mala de Sara e Abraão- Ambientação



Abraão ouviu o chamado de Deus para sair da sua terra e ir para uma terra que Deus ia mostrar: a terra prometida. Abraão já era um velhinho quando decidiu sair da Ur dos Caldeus onde morava com sua mulher, Sara.  Abraão foi um homem de fé, saiu  do seu lugarzinho  e fez suas travessias respondendo ao chamado de Deus.

Para ajudar a ambientar este encontro, fiz uma mala de caixa de papelão. Vou levar um mapa também e confeccionar outros símbolos que lembrem a história dele para montar um pequeno cenário. 





Reutilizei uma caixa de mini-bolos e encapei com papelão estampado.  A alça fiz de E.V.A.







(Os próximos temas que vocês verão por aqui em abril e maio:  Bíblia,  Pecado, Abraão, Moisés, Dia das Mães.)

Obrigada por acompanhar.

Cris Menezes
Catequista